Hello world! :)
Chamo-me Alexandra e tenho 24 aninhos. Estudo Ciências dos Computadores na FCUP mas o meu verdadeiro sonho é seguir Design Gráfico para o que sou formada através da escola FLAG com média de 17. Além disso sou uma aventureira e estou sempre metida em novos projetos, exemplo disso é este blogue que apesar de me fazer sentir feliz e realizada é atualizado sempre a pensar em vocês e no que gostam.
Este projeto nasceu a 24 de novembro de 2011 através do meu canal do Youtube já que estava a aprender a cuidar de mim fosse em roupas, saúde ou maquilhagem. A verdade é que na altura senti necessidade de criar o canal porque tinha muitas dificuldades nas coisas mais básicas e queria transmitir os meus problemas e como os resolvi a quem estivesse na mesma situação que eu. Tímida como era acabei por abandonar um pouco os vídeos e criar este blogue que estão a ler.
Para me conhecerem um pouco mais, além de me lerem e tentarem conviver comigo nos meus contactos (ver aba respetiva) podem ler estes posts e estas TAG's e darem-me a vossa opinião.
Sorrisos,
Alexandra :)

A 21/06/2012

EM quinta-feira, junho 21, 2012
Alexandra Cardoso Escreve

Olá meninos e meninas! :)
O post de hoje vem um pouco mais tarde porque estive doente toda a noite mas agora que acordei (estive a dormir um pouco devido ao comprimido para as dores) decidi vir fazer o post mesmo que seja um pouco tarde.
O post de hoje vai ser sobre bronzeamento (como acontece, como nos devemos prevenir, como podemos ter aquele bronzeado bonito), quais os benefícios e malefícios do sol e qual o efeito que pode ter sobre nós. Como já dá para ver, esta parte vai ter muito que falar pelo que vou separar este tema em 2 posts, o de hoje e o de amanhã.
Espero que gostem e vos seja útil!
Sorrisos,
Alexandra ^^

Verificas diante do espelho que estás super branquinha, estás mesmo a precisar de apanhar sol. Mas sair com uma mini saia já é desesperante quanto mais ir para a praia onde apenas estarás de fato de banho, com certeza que morrerias de vergonha. Mas há uma solução rápida e indolor: os auto bronzeadores. Mas para que servem ao certo? Como funcionam?
Os auto bronzeadores fazem autênticos milagres mas é preciso saber usá-los. Estes contêm uma molécula, a dha, que em contacto com a pele forma um pigmento castanho. Obtém-se assim, à superfície da epiderme, uma coloração uniforme e normalmente uniforme.
Com o corpo bronzeado já nos conseguimos sentir mais à vontade e embora não nos proteja do sol (lembrar sempre de aplicar o protetor solar, mas já lá vamos) a grande vantagem dos auto bronzeadores é que já não nos sentimos tão "culpadas" por não ficar tanto tempo ao sol porque já temos a pele suficientemente bronzeada, o que evita a exposição prolongada ao sol.

Ok, muita lenga-lenga foi dita sobre o auto bronzeador mas de nada nos serve se não soubermos como o aplicar.

Para uma coloração perfeita, deve-se previamente fazer uma esfoliação, insistindo em certas zonas em que as peles mortas são mais numerosas como os calcanhares ou os cotovelos. Aplica-se então uma noz de auto bronzeador numa luva de banho. Aperta-se ligeiramente a luva para espalhar bem o produto e depois passa-se para a pele. Começando pela parte de cima dos pés, evitando o calcanhar, sobe até ao joelho e alto das coxas. Acaricia à frente e atrás, em todos os sentidos,para se ter a certeza que nenhum lugar foi esquecido. Espera 30 minutos até secar e aí sim, podes-te vestir. Continua na parte superior do corpo e por fim lava muito bem as mãos para que não fiquem resíduos que possam ter penetrado pela luva.



Acabamos por nos decidir a utilizar o auto bonzeador mas isso não faz com que tenhamos que ignorar o protetor solar, afinal é ele que protege a nossa pele. Mesmo que tenhamos a pele mais escura é preciso lembrar-nos sempre dele. O problema está na escolha do mesmo, afinal temos tanta variedade à nossa disposição. Vamos observar de perto as escolhas que temos.
O SPF (sun protector factor) ou o IP (índice de proteção) é o índice de proteção calculado em função do tempo que os UV levam a provocar uma queimadura. Assim quanto maior for, mais resistência ele oferece. (Atenção que o protetor apenas tem um índice oficial contra os UVB, se indicar um nº contra os UVA não se fiem! - amanhã explico a diferença entre os raios ultravioleta.) Um creme com IP 20 deixa passar 1 raio em 20, mas estes números são calculados em 2mg por cm2 (uma bisnaga para 6 aplicações) mas como colocamos cerca de 1/4 dessa quantidade devemos dividir o índice por 4. (Daí os dermatologistas acharem o fator 10 quase nulo.)
Aparte do SPF/IP há várias opções para os cremes. Se passamos muito tempo dentro de água devemos, obviamente, utilizar um produto à prova de água. Se estamos num país muito quente o preferível é optarmos por um fotoestável, que não se altera com o calor.
Seja qual for a escolha, mesmo depois de bronzeada (a pele demora cerca de 3 dias para ficar colorida), devemos proteger-nos. Após 4 dias de bronzeamento, optamos por uma proteção 10 a 15 (40 a 65) se formos claras; ou por uma proteção 8 a 10 (25 a 40) se formos morenas naturalmente.

Mas se é preciso aplicar protetor solar em todas as peles, seja de que cor for, afinal, qual a diferença entre as peles escuras e as claras?

Para aproveitar os benefícios do sol durante toda a vida, é preciso usufruí-lo com bom senso, sobretudo se nascermos com pele clara, ou seja com baixo capital solar.
Calcula-se que o capital solar de uma negra, à nascença, seja de 6250 dias (15000h) e em 2083 (5000h) para quem tem a pele clara. Quanto pior for a atitude perante a exposição solar, mais facilmente se perde pontos. Mas infelizmente quando atingimos os 18 anos já perdemos de 50 a 80% do nosso capital solar, pelo que devemos tentar preservá-lo o máximo possível.
Já sabemos que precisamos de protetor solar e o porquê do mesmo. Já sabemos como o que é o IP e o capital solar. Já sabemos mesmo qual a variedade de escolha dos protetores solares, mas qual é que devemos escolher para nós mesmos?
Os tipos de pele repartem-se por 7 protótipos. O protótipo 0 é dos albinos, que não têm pigmentação alguma.
Protótipo 1: As ruivas
Tez de porcelana e pele leitosa, a pele produz melanina "encarnada" que agride as células que incapazes de alourar, queimam. O IP deve ser muito elevado.
Protótipos 2 e 3: As loiras e as morenas de pele clara
Pele bonita frequentemente com sardas. O principal inimigo é o escaldão sistemático antes de aparecer qualquer bronzeado. O IP deve ser 25-30.
Protótipos 4 e 5: As loiras e as morenas de pele mate
É bom respeitar um tempo de aclimatação porque apesar do bronzeado fácil, as rugas podem aparecer. O IP deve ser 20-25.
Protótipo 6: Pele escura
A pele nunca se queima porque, ao longo de todo o ano, produz melanina de muito boa qualidade que protege bastante. O IP deve ser 15-10.

5 opiniões super acertadas:

A tua opinião é sempre bem-vinda. ^^
Todos os comentários serão respondidos no próprio post.

  1. Boas informações!
    Embora ultimamente tenho aprendido a gostar a minha pele assim mais clarinha x3
    beijinhoo*

    ResponderEliminar
  2. adorooo bronze, mas é preciso ter muito cuidado e com a idade começo a preocupar-me mais com a minha pele, óptimos conselhos :)
    giveaway no meu blog ;)

    http://the-hf-blog.blogspot.pt/2012/06/oasap-international-giveaway.html
    *********
    HF

    ResponderEliminar
  3. desculpa nunca mais ter passado por aquiii mas como ja percebeste eu mal ponho os pés no blog devido à faculdade mas isto ta quase a acabar :)
    quando voltar mato as saudades todas tuas e dos teus posts oki?
    Beijinho*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não te preocupes querida. Acho que muitas bloggers se têm ausentado por causa disso (eu inclusivé). Só espero que os trabalhos e exames te corram bem. ^^
      Sorrisos,
      Alexandra

      Eliminar

A tua opinião é sempre bem-vinda. ^^
Todos os comentários serão respondidos no próprio post.

 

This blog's design was created by Alexandra Cardoso inspired in Dzignine's design.
©Alexandra Cardoso 2011-2014