Hello world! :)
Chamo-me Alexandra e tenho 24 aninhos. Estudo Ciências dos Computadores na FCUP mas o meu verdadeiro sonho é seguir Design Gráfico para o que sou formada através da escola FLAG com média de 17. Além disso sou uma aventureira e estou sempre metida em novos projetos, exemplo disso é este blogue que apesar de me fazer sentir feliz e realizada é atualizado sempre a pensar em vocês e no que gostam.
Este projeto nasceu a 24 de novembro de 2011 através do meu canal do Youtube já que estava a aprender a cuidar de mim fosse em roupas, saúde ou maquilhagem. A verdade é que na altura senti necessidade de criar o canal porque tinha muitas dificuldades nas coisas mais básicas e queria transmitir os meus problemas e como os resolvi a quem estivesse na mesma situação que eu. Tímida como era acabei por abandonar um pouco os vídeos e criar este blogue que estão a ler.
Para me conhecerem um pouco mais, além de me lerem e tentarem conviver comigo nos meus contactos (ver aba respetiva) podem ler estes posts e estas TAG's e darem-me a vossa opinião.
Sorrisos,
Alexandra :)

A 19/12/2014

EM sexta-feira, dezembro 19, 2014
Alexandra Cardoso Escreve




São três horas e meia da manhã. Olho no espelho e não me reconheço. Tenho o cabelo desalinhado e umas olheiras enormes que não são comuns em mim. Não sei se é apenas reconhecimento do horário noturno ou um reflexo das lágrimas que estou farta de derramar.
Tenho um segredo. Um segredo tão bem escondido que por vezes nem eu sei do que se trata sentindo apenas que algo me falta. Saber a verdade. Mas quando a sei dói. Dói muito. Quando me apercebo que tenho este segredo guardado dentro de mim choro. Na esperança que tudo vá embora e que não passe de imaginação minha. E todos nós sabemos o quão fértil pode ser. Mas não é mentira nenhuma. A minha alma ainda o sente e tenho a sensação que o sentirá eternamente. É difícil lutar contra essa sensação. Principalmente sozinha, sem poder contar a ninguém como a minha alma se sente doente. Porque isso só faria com que tivesse que assumir a realidade e não quero isso para mim.
Tudo se torna ainda mais difícil quando o destino me parece querer obrigar a contar a alguém. Quando me quer obrigar a enfrentar uma situação que, se eu pudesse, nunca teria que ser enfrentada. Sinto-me a cabeça pesada. Tão pesada. Cheia de pensamentos. Porquê? Como? Quando? Quem? Quem me quer acordar o corpo e o espírito para ter que enfrentar tudo de novo. Pensei que a situação já tinha sido ultrapassada. Pensei que tivesse ficado lá atrás no meio dos destroços. Também na companhia de alguns sorrisos é verdade mas principalmente de ruínas. Por incrível que pareça até que tenho saudades dessa altura. Fez-me crescer tanto emocionalmente, e não só. Mas é algo do qual apenas quero retirar as lições para seguir em frente nesta vida. É algo que quero esquecer. Não apenas por um momento ou dois. Quero esquecer-me de vez e aprender a ser feliz. Curioso que isto faz-me lembrar uma certa música. “Vou contar até três e esquecer-me de vez.” Será que resulta? Um... Dois... Três... Pois, também não tinha muitas expectativas. Mas vou voltar para a cama e contar até mil, ou um milhão. Pode ser que entretanto esta lembrança se evapore e me deixe em paz. Pelo menos que me deixe adormecer e ser feliz no meio dos meus sonhos.

por Alexandra Cardoso, The Sweetest Life

2 opiniões super acertadas:

A tua opinião é sempre bem-vinda. ^^
Todos os comentários serão respondidos no próprio post.

  1. És tão linda meu amor.
    Quero-te agradecer por estares sempre desse lado, sempre cheia de amor para dar.

    Um feliz natal minha querida, com tudo de bom.

    Gosto muito, mas muito de ti!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Podes acreditar que estarei sempre que precisares. ^^

      Eliminar

A tua opinião é sempre bem-vinda. ^^
Todos os comentários serão respondidos no próprio post.

 

This blog's design was created by Alexandra Cardoso inspired in Dzignine's design.
©Alexandra Cardoso 2011-2014