Hello world! :)
Chamo-me Alexandra e tenho 24 aninhos. Estudo Ciências dos Computadores na FCUP mas o meu verdadeiro sonho é seguir Design Gráfico para o que sou formada através da escola FLAG com média de 17. Além disso sou uma aventureira e estou sempre metida em novos projetos, exemplo disso é este blogue que apesar de me fazer sentir feliz e realizada é atualizado sempre a pensar em vocês e no que gostam.
Este projeto nasceu a 24 de novembro de 2011 através do meu canal do Youtube já que estava a aprender a cuidar de mim fosse em roupas, saúde ou maquilhagem. A verdade é que na altura senti necessidade de criar o canal porque tinha muitas dificuldades nas coisas mais básicas e queria transmitir os meus problemas e como os resolvi a quem estivesse na mesma situação que eu. Tímida como era acabei por abandonar um pouco os vídeos e criar este blogue que estão a ler.
Para me conhecerem um pouco mais, além de me lerem e tentarem conviver comigo nos meus contactos (ver aba respetiva) podem ler estes posts e estas TAG's e darem-me a vossa opinião.
Sorrisos,
Alexandra :)

A 28/01/2015

EM quarta-feira, janeiro 28, 2015
Alexandra Cardoso Escreve

Orgulho

Verdes tentava animar Sofia, tentava fazer com que ela se sentisse melhor, mas apesar de todo o seu esforço ele não via melhoras no seu estado. Sofia continuava nervosa e isso notava-se no seu corpo que tremia. Parecia que o que tinha acabado de acontecer tornava a missão de Verdes numa missão impossível tal como o êxito que tinha colocado Tom Cruise no patamar da fama, até porque ele próprio ainda estava um pouco abalado com o que tinha visto. O quarto estava salpicado de sangue por quase todo o seu espaço e a cabeça de Ice no chão teria feito arrepiar qualquer um, inclusive os mais corajosos. A cena tinha-se apresentado demasiado macabra. Ainda por cima ainda não tinham tido o mínimo sinal de Rasec. Teria sido ele o assassino? A hipótese já tinha passado pela mente de Verdes até porque, além do seu desaparecimento, qual seria a explicação para a porta estar fechada, quando lá chegaram, senão ter sido fechada por algum portador, e muito provavelmente dono, da sua chave?
Parecia não haver forma de acalmar a namorada. O que tinha acontecido tinha realmente chocado Sofia. Assim, Verdes lembrou-se de ir buscar água com açúcar para a acalmar, talvez isso resultasse. Assim dirigiu-se à porta da cozinha do apartamento em que estavam, escondida pelos biombos de madeira e pelo sofá do qual se tinha levantado. Chegou-se à mesa-balcão situado no meio da divisão no qual se encontravam alguns potes de metal identificados com o respectivo conteúdo. Um deles continha açúcar por isso agarrou nele e viu o pacote branco identificativo da substância pretendida. Rasec era mesmo assim… Apesar das suas qualidades, Rasec era exageradamente relaxado e nunca poria o açúcar da forma mais habitual, da forma mais comum entre a maioria das pessoas. Verdes pegou no pacote que se encontrava na sua frente e foi procurar uma colher no meio de tantas gavetas que os balcões tanto tinham. Estava demasiado nessa tarefa que nem reparou na entrada de uma rapariga na cozinha. Foi ao abrir uma dessas gavetas que ele deu por ela visto que lhe tinha posto uma mão sobre o ombro direito. O rapaz fechou a gaveta e tentou-se voltar mas sentiu algo frio ser-lhe encostado ao pescoço. Ficou em choque! O que tinha ao pescoço era provavelmente uma faca. Rodou a cabeça e ficou chocado com a beleza da rapariga. Apesar de amar a namorada, Verdes ficava deslumbrado facilmente pelo sexo oposto. Era uma das suas fraquezas. E gostou particularmente desta. Tinha uma beleza assustadora, tenebrosa e terrível mas, por detrás do medo que este rosto lhe podia causar, a admiração por tal criatura conseguia sobrepor-se. Afinal era a rapariga mais bela que alguma vez tinha visto, com os seus cabelos cumpridos e de cor invulgar. Estava tão fixado na sua beleza que nunca mais se tinha lembrado da faca encostada ao pescoço até a sentir rasgar-lhe a garganta, começando a sangrar de imediato. Deixou cair o pacote de açúcar juntamente com a lata em que estava guardado causando um barulho metálico ao chegar ao chão. Da sala ouviu-se o grito de susto que vinha de Sofia. A rapariga despachava-se na tarefa aterradora que a tinha levava até àquela cozinha.

por Alexandra Cardoso, The Sweetest Life

14 opiniões super acertadas:

A tua opinião é sempre bem-vinda. ^^
Todos os comentários serão respondidos no próprio post.

  1. Querida Alexandra,
    Escreves tão bem! As tuas palavras entretém e fazem todo o sentido. Este texto arrepiou-me. Conseguiste descrever uma cena horripilante de forma elegante e, para mim, essas cenas e as de sexo são as mais dificies de manter no patamar da elegância. Keep going!

    Quanto ao teu comentário no meu blog, ainda bem sentiste que podias desabafar por lá! Isso deixa-me radiante!
    Como eu percebo a tua história e como me identifico com ela. "Que estará sempre nas minhas recordações mas não mais do que isso." Esta frase fez todo o sentido na minha cabeça. Feliz ou infelizmente não julgo ter essa capacidade da 2º oportunidade, acho que uma vez que a confiança é quebrada as coisas nunca voltam a ser o mesmo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Wow, as tuas palavras encheram-me o ego. Muito, muito obrigada! ^^

      Compreendo o teu sentimento. Mas espero que um dia consigas pelo menos passar pela experiência para saberes e descobrires como te sentes em relação a isso.

      Beijinhos grandes. <3

      Eliminar
  2. Há muito tempo que não lia nada teu. Adorei! Este texto está excelente mesmo :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que perdemos o blog uma da outra. xD Obrigada! ^^

      Eliminar
  3. Oh, muito obrigado!!! É tão gratificante receber essas palavras de apoio e conforto que nem imaginas... Há muita gente que menos preza, mas eu continuo por cá porque sei que tenho feito um bom percurso. Gosto de arriscar em relação à moda e às restantes áreas para que as pessoas percebam que os Homens também podem e também têm o direito de o fazer :D É este o meu lema :D

    Giveaway | Ganhem um Créme de Rosto Benamôr
    Miguel Gouveia do Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar
  4. Nunca tinha lido nada seu porque sou novo aqui. Algo seu eu me refiro algo produzido 100% de você e me surpreendi. Adorei a maneira como você usa as palavras fazendo com que nós, leitores, nos sentimos dentro da história.

    http://www.pampilho-ordinario.com/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Awwww sinto-me tão bem ao ler essas palavras e saber que lhe transmito isso. ^^ Muito obrigado!

      Eliminar
  5. E eu recebi uma avalanche de comentários da dona Alexandra, merci! :)
    Adorei o texto, e repito o que a Helena disse, descreveste uma cena horrível de uma forma tão elegante. Para quando um livro?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Desculpaaaaa. xD Acho que me entusiasmei. xD
      Para nunca. Eu cometo demasiados erros a escrever. xD Além disso só me dou bem com histórias médias. Mas obrigada pelo elogio. ^^

      Eliminar
  6. Obrigada pela sugestão Alexandra (sobre falar sobre os produtos no vídeo). No meu próximo vídeo já vou falar um bocadinho por isso quem sabe até aos próximos favoritos do mês não faça um inteiramente falado ahah. Beijinhos!
    www.guesswhatblog.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estou curiosíssima para ver o próximo vídeo! ^^

      Eliminar
  7. Infelizmente sinto-me um bocadinho perdida com o post :c
    no entanto fico feliz por ver que ainda escreves <3 (sim só agora é que o bloglovin se lembrou de em mostrar isso, I dunno why .__. )

    beijoca*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. 1º estás perdida porque esta é só mais uma parte dO espírito da música. Espreita em Arte > Páginas soltas.

      2º Só agora é que me lembrei de trocar o diário pelo sweetest. Não sabia que era preciso pedir ao staff. Andava perdida com isso. xP

      Eliminar

A tua opinião é sempre bem-vinda. ^^
Todos os comentários serão respondidos no próprio post.

 

This blog's design was created by Alexandra Cardoso inspired in Dzignine's design.
©Alexandra Cardoso 2011-2014